POR QUE A ADUFABC PARTICIPARÁ DOS ATOS DE RUA CONTRA O GOVERNO BOLSONARO?

A assembleia da Associação de Docentes da Universidade Federal do ABC ADUFABC, reunida em 16 de junho de 2021, decidiu por unanimidade pela participação oficial da entidade nos atos de rua contra o governo Bolsonaro no dia 19/06, assim como nos atos subsequentes. A adesão se baseia em alguns compromissos políticos que, acreditamos, precisam ser assumidos neste momento.

  • A participação da ADUFABC nos atos de rua contra o governo Bolsonaro é um ato de solidariedade com as/os demais trabalhadoras/es do nosso país. A pandemia continua matando milhares de pessoas por dia no Brasil, a maioria delas trabalhadoras/es que, sem escolha, nunca deixaram o trabalho presencial e as aglomerações diárias no transporte público. Na falta de uma política emergencial robusta de transferência de renda, milhões de pessoas no Brasil se expõem diuturnamente ao risco de infecção, adoecimento e morte pela Covid-19. Somos parte de um contingente de trabalhadoras/es qualificadas/os que goza do direito de trabalhar remotamente, com acesso a Equipamentos de Proteção Individual de boa qualidade e, especialmente, com acesso a informações qualificadas sobre medidas de prevenção. Por isso, precisamos ter solidariedade com os/as que não gozam dos mesmos direitos e estar ao lado deles/as na luta por vacina para todos/as, pelo auxílio emergencial de R$600 e pelo fim do governo Bolsonaro.

 

  • Elevar o tom contra o governo Bolsonaro é uma obrigação política da nossa categoria; um dever incontornável. A Covid-19 já provocou quase 500 mil mortes no país. As médias semanais de casos e óbitos seguem em descontrole, enquanto Jair Bolsonaro e seus apoiadores seguem dobrando suas apostas no caos e na desinformação. Nem o avanço da CPI da pandemia no Senado Federal tem sido capaz de frear os ímpetos genocidas deste governo que defendeu, recentemente, o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras. A mobilização popular nas ruas é um dever político incontornável para conter o avanço deste projeto da morte.

 

  • A destruição das universidades públicas e da pesquisa científica no Brasil é uma das faces mais nefastas do projeto bolsonarista. Sair às ruas contra o governo Bolsonaro é sair às ruas em defesa do ensino, da pesquisa e da extensão universitárias, hoje ameaçados pelo projeto bolsonarista. A maior parte do conhecimento produzido e disponível sobre a pandemia no Brasil foi produzida nas universidades públicas que o governo Bolsonaro trabalha para destruir; seja por meio dos cortes de verbas (sobre orçamentos já deprimidos), seja pelos ataques sistemáticos a docentes e pesquisadores/as. Temos o dever histórico de defender a universidade pública!

 

  • A democracia brasileira está em risco e a gravidade do momento exige um posicionamento firme. Embora o país viva uma crise institucional desde pelo menos 2016, os últimos meses agravaram a situação a níveis insustentáveis. O engajamento das Forças Armadas no governo federal, a instabilidade no comando das polícias e o movimento de contestação do nosso sistema de voto são indícios muito claros de que a democracia brasileira está em risco e, portanto, as entidades políticas do país precisam se posicionar de forma contundente.

 

  • Politizar o risco, com responsabilidade e informação. A ADUFABC reuniu uma série de informações, inclusive em um debate com especialistas, disponibilizado em nossas redes, que aponta que, embora o risco sanitário em protestos de rua não seja nulo, é possível protestar com alguma margem de segurança seguindo uma série de protocolos, como o uso obrigatório e constante de máscara do tipo PFF-2, a manutenção de distanciamento físico durante todo o ato e os cuidados com aglomerações no transporte nos trajetos de ida e volta. A ADUFABC se compromete a participar, com outras entidades, da divulgação desses protocolos. 

A decisão da assembleia foi no sentido de que a ADUFABC, como entidade, participará dos atos de rua. Porém, é importante enfatizar que reconhecemos os diversos fatores que pesam na decisão individual de nossos/as associados/as quanto à sua participação em atos de rua neste momento. A preocupação com a saúde da nossa categoria é tão grande quanto a preocupação com a situação do país e com a necessidade imperiosa de dar um basta ao avanço do genocídio no país. A adesão oficial da ADUFABC aos atos de rua contra o governo Bolsonaro parte do princípio de que a gravidade do momento exige que assumamos alguns riscos.

Além dos materiais de convocação para os atos do dia 19/06, a ADUFABC confeccionará materiais com orientações de segurança para a participação nos atos de rua, baseadas no rico debate organizado no dia 16/06, e disponível em: www.youtube.com/watch?v=d7EgFmHSH0c.

A Diretoria Executiva da ADUFABC também está discutindo formas de apoiar os/as membros/as da comunidade que desejarem participar dos próximos atos de rua, distribuindo máscaras de boa qualidade e orientações para que possamos dentro do contexto de participação em manifestações presenciais minimizar os riscos individuais de infecção. Como trabalhadores/as com informação e recursos para minimizar esses riscos, entendemos que é hora de assumir essa responsabilidade.

Vamos às ruas, com segurança, contra o governo Bolsonaro e seu projeto genocida! Por vacina, auxílio emergencial digno e comida no prato para todos/as! Vamos às ruas por uma universidade pública bem financiada, inclusiva e de qualidade!

#FicaUFABC #ForaBolsonaro

Diretoria Executiva da ADUFABC

Gestão “Fortalecer, Incluir e Democratizar”, 2020 – 2022

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *